Notícias

Pesquisa

Agendamento

Agende uma consulta com o especialista.

Facebook

01/12

Dr-Otávio-Micelli---Blog---Dia-Mundial-de-luta-contra-Aids

O Dia Mundial de Combate a AIDS é comemorado no dia 1º de dezembro e tem como principal objetivo conscientizar a população sobre essa doença e as importância de prevenção. A data foi escolhida pela Organização Mundial de Saúde (OMS) em 1987, durante a Assembleia Mundial de Saúde. A data entrou no calendário oficial da Brasil a partir de 1988, em uma portaria assinada pelo Ministério da Saúde.

Não existe uma idade específica para contrair a doença, fazendo com que os cuidados perdurem por toda a vida. As consultas médicas de forma periódica também são importantes, uma vez que o vírus é silencioso e pode permanecer durante anos sem manifestar-se.

O Vírus HIV pode ser transmitido através de sangue, esperma, secreção vaginal e até mesmo pelo leite materno. Confira em quais situações há o risco dessa transmissão ocorrer:

  • Relações sexuais sem o uso de preservativos;
  • Compartilhamento de seringas e materiais cortantes;
  • Transfusões e transplantes de órgãos;
  • Gravidez;
  • Inseminação Artificial.

É importante salientar que a transmissão da doença por contato social, picadas de insetos, utensílios alimentares é totalmente improvável, tornando ainda mais inaceitável a o preconceito para com os infectados com o vírus

Não existe cura para a AIDS, pois não foi encontrado uma forma de destruir as células mutantes produzidas pelo vírus HIV. Porém existem tratamentos capazes de melhorar e devolver parte da qualidade de vida dos portadores da doença, inibindo a replicação do HIV, revertendo o RNA viral em DNA e utilizando inibidores da ação enzimática que quebra as cadeias protéicas e as reverte em proteínas virais.

A forma mais segura de se proteger da doença é a prevenção. Utilizar preservativos, usar seringas e luvas descartáveis e objetos cortantes esterilizados podem ajudar nesse processo preventivo e diminuir os números da doença. Use camisinha em todas as relações sexuais, inclusive as que envolvem parceiros fixos e consulte seu médico de forma periódica para realização testes e exames.

Deixe seu comentário