Colangiopancreatografia Retrógrada Endoscópica (CPRE)

Categorias

Endoscopia

Colonoscopia

Ecoendoscopia Alta

Ecoendoscopia Baixa

Cápsula endoscópica

Enteroscopia de duplo balão

Colangiopancreatografia retrógrada endoscópica (CPRE)

Agendamento

Agende uma consulta com o especialista.

Facebook

Curta nossas principais novidades na nossa página

Localização

Confira nosso endereço e o melhor caminho no mapa.

Convênios

Confira a lista de convênios atendidos na clínica

A colangiopancreatografia retrógrada endoscópica (CPRE) é uma técnica que utiliza simultaneamente a Endoscopia Digestiva e a imagem fluoroscópica (Raio X) para diagnosticar e tratar doenças associadas ao sistema biliopancreático.

O procedimento inicia-se com o paciente em decúbito lateral esquerdo (deitado do lado esquerdo), sempre sob anestesia geral. Utiliza-se o duodenoscópio, que é um aparelho de endoscopia cuja câmera é lateral. Este é inserido na boca, passa pelo esôfago, estômago e chega à segunda porção duodenal, onde se localiza a papila duodenal maior ou papila de Vater. A papila de Vater é o ponto de convergência entre ducto pancreático e hepatocolédoco (ducto biliar comum), onde são drenadas as secreções pancreáticas e biliares para o duodeno.

Após avaliação cuidadosa da Papila de Vater, procede-se a canulação (cateterização) do hepatocolédoco ou ducto pancreático conforme a indicação do procedimento, injeção de contraste iodado ou não iodado (se o paciente for alérgico ao iodo) no canal à ser estudado e obtenção de imagens fluoroscópicas (imagens de Raio X). Através destas imagens, chegamos ao diagnóstico esperado de acordo com o quadro clínico do paciente.

Este procedimento, altamente especializado, permite diagnosticar e tratar anormalidades dos ductos biliares e/ou ducto pancreático principal, por exemplo extração de cálculos, dilatação de estenoses (estreitamentos), colocação de próteses, entre outros.

A CPRE é uma técnica complexa e, apesar de muito segura, está associada a complicações graves, evoluindo para um procedimento preferencialmente terapêutico (para tratamento de doenças). Normalmente, os pacientes propostos para uma CPRE já passaram por exames diagnósticos prévios, sendo encaminhados para o tratamento das doenças diagnosticadas pelos exames prévios.

As indicações de CPRE são obstrução biliar, coledocolitíase (cálculo nos ductos biliares), estenoses (estreitamentos) benignas ou malignas dos ductos biliares, fístulas biliares, disfunção do Esfíncter de Oddi (), pancreatites crônicas com estenoses sintomáticas, pancreatites agudas sem causa aparente, litíase (cálculo) do ducto pancreático principal, tumores de pâncreas e ductos biliares, entre outros.