Ecoendoscopia Baixa

Categorias

Endoscopia

Colonoscopia

Ecoendoscopia Alta

Ecoendoscopia Baixa

Cápsula endoscópica

Enteroscopia de duplo balão

Colangiopancreatografia retrógrada endoscópica (CPRE)

Agendamento

Agende uma consulta com o especialista.

Facebook

Curta nossas principais novidades na nossa página

Localização

Confira nosso endereço e o melhor caminho no mapa.

Convênios

Confira a lista de convênios atendidos na clínica

A Ecoendoscopia baixa ou ultrassom endoscópico transretal consiste em posicionar um transdutor (câmera) de ultrassom no reto ou cólon (intestino grosso) para avaliação de lesões da parede destes órgãos (lesões subepiteliais ou submucosas) ou estruturas adjacentes à eles. Por esse método, podemos avaliar lesões das camadas mais profundas do reto e cólon, o grau de invasão da parede do órgão por tumores e o comprometimento das estruturas pela endometriose. Por este método, como na ecoendoscopia alta, também podemos realizar punções (biópsias) através de agulha fina introduzida através do aparelho, no intuito de realizar diagnóstico de eventuais lesões.

O preparo para a realização do exame é o mesmo da colonoscopia e é a pior parte para o paciente, mas de fundamental importância, para que seja feito a análise completa da parede intestinal e estruturas adjacentes. Faz-se uma dieta específica 48 horas antes do exame, com a ingestão de comprimidos laxativos na véspera e, no dia do exame, ingestão de uma substância líquida chamada manitol, promovendo a limpeza do intestino através do aumento no número de evacuações. Podemos ainda lançar mão do preparo através das lavagens intestinais, que, quando utilizadas, são uma forma de complemento à ingestão de manitol.

Dentre as indicações, podemos citar avaliação e estadiamento de câncer colorretal, avaliação e biópsias de linfonodos ou gânglios situados junto ao reto e cólon, na avaliação de doenças metastáticas ou neoplasia linfonodal primária, avaliação e punção (biópsia) de lesões da parede do reto e colon (lesões subepiteliais), investigação, avaliação e punção (biópsia) de lesões suspeitas de endometriose, investigação de comprometimento da parede do reto e colon por endomentriose.