Notícias

Pesquisa

Agendamento

Agende uma consulta com o especialista.

Facebook

25/04

Problemas que as bactérias intestinais desequilibradas podem gerar

Dr-Otávio-Micelli---Blog--bacterias

 

As bactérias intestinais, subestimadas durante muito tempo, possuem funções essenciais para o processo digestivo, a saúde metabólica e imunológica.

 

A alteração da comunidade microbiana localizada no intestino pode se dar pela má alimentação, consumo de antibióticos e até mesmo pelo estresse, resultando em problemas que, com o decorrer do tempo, tornam-se crônicos e complicados de serem tratados. Alguns dos sintomas desse transtorno são:

 

Doenças digestivas

O sistema digestivo é um alvo oportuno para as reações geradas pelo desequilíbrio das bactérias que o habitam, pois o crescimento desmedido desses micro-organismos resulta no aumento dos sucos ácidos e toxinas, afetando assim o organismo de maneira negativa.

 

Entre as decorrências, estão gastrite, úlceras duodenais, diarreia, prisão de ventre,

gases e flatulências, refluxo gastroesofágico, ardência estomacal e síndrome do intestino irritável.

 

Doenças autoimunes

As doenças autoimunes fazem parte do quadro de complicações causado por alterações na flora intestinal, pois há a possibilidade de ocorrer um ataque do organismo a si mesmo.

 

Isso acontece pois o desproporcional número de bactérias aumenta os níveis de inflamação dos tecidos, resultando no agravamento dos sintomas de algumas patologias, como por exemplo diabetes tipo 1, artrite reumatóide, doença inflamatória intestinal, tireoidite de Hashimoto e doença celíaca.

 

Deficiências nutricionais

As bactérias presentes no intestino são de suma importância para o processo digestivo. No caso de uma alteração do modo como elas agem no organismo, tornam-se nocivas ao corpo, deixando o processo digestivo mais lento e com menor absorção de nutrientes.

 

As deficiências mais comuns são das vitaminas D, K, B7 e B12, e de minerais como cálcio e magnésio.

 

Essas e outras consequências podem ser evitadas com uma alimentação regrada e saudável, desse modo fazendo com que as possibilidades da ocorrência do crescimento prejudicial das bactérias presentes no intestino sejam menores.

 

Deixe seu comentário